quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Bolero Perugia

Olá galera, tem exatamente um ano que não passo por aqui, estava morrendo de saudades e sem tempo para postagens. Nesse final de semana, consegui tirar algumas fotos de algumas peças que fiz nos últimos meses - os quais foram longos meses de aprendizado - nesse período aprendi tricot... tricot circular... tricot tubular... diversos novos pontos... a misturar diversas técnicas... Bem, foram tantos os apredizados, até voltei para a faculdade, ou facu como a meninada gosta de dizer, rssssssssssssss!
O fato é que agora além de tecer peças exclusivas, trabalho, sou dona de casa, mãe, tia-avó e ainda por cima estudante, mas nada como um dia bem cheio atrás do outro...

Beijos em todas e vamos as postagens.

Bolero Perugia

Há dois meses peguei essa receita na Revista Pinguoin nº 29 - Bolero Perugia e fiquei encantada, bem, deste modelo fiz três versões diferentes. Espero que vocês gostem:


Esta é a versão original, só que com um detalhe, ao tentar seguir a receita, percebi que iria ficar enorme em mim, afinal, meu tamanho é 36. Então tive que fazer dimunições e a minha receita ficou assim:

Material:
Em vez de usar agulhas de tricot, usei:
  • agulha de croche tunisiano nº 05 e 08;
  • agulha de cochet nº 05;
  • agulha circular (tricot) nº 03 e 05; e 03;
  • 01 novela de linha perugia vermelho martizado;
  • 03 novelas de 200 gramas (cada) da lã DUAL (que aqui no Rio de Janeiro encontrei na Super Linhas Rua Buenos Aires 175, Centro - Rio de Janeiro (21) 2509-0119 - lá você encontra de tudo, mas qualquer dúvida é só procurar o Evandro.
Essa lá de 200 gramas é muito legal, não sei se tive sorte, mas não precisei emendar a linha uma única vez.

Costas:
faça 46 correntinhas na agulha de crochet nº 05; com o auxílio da agulha de tunisiano nº 05 puxe 45 laçadas - uma para cada correntinha - fazendo um total de 46 na agulha; finalize a carreira. Troque a agulha de tunisiano, agora você deverá usar a de nº 08; puxe as laçadas na carreira anterior, verifique se você tem as 48 laçadas na agulha e finalize a carreira. Monte 30 carreiras iguais. Na 31ª carreira vamos iniciar o decote das mangas, você irá diminuir cinco pontos de cada lado; em cada carreira ímpar dimunia um ponto de cada lado; as carreiras pares serão iguais as anteriores, ou seja:
  • Carreiras: 31, 33, 35, 36 e 37 = diminua um ponto
  • Carreiras: 32, 34 e 36 = mantenha a quantidade de pontos da carreira anteior
A partir da 38ª carreira você continuará com a mesma quantidades de pontos = 36 ao total até completar 50ª carreira. Arremate a linha.

Frente Esquerda e Direita:
A técnica é a mesma para ambas, você somente deverá ficar atenta para a troca de lados na hora da diminuição do decote e da cava das mangas.

Lado esquerdo
Faça 15 correntinhas com a agulha de crochet nº 05; puxe as laçadas (total de 15 na agulha) com a agulha de crochet tunisiano nº 05 e finalize a primeira carreira. Troque a agulha de tunisiano para a de nº 08; como você já tem a primeira laçada na agulha, puche as próximas 13 laçadas, entre o penúltimo e último ponto puxe uma laçada (aumento), puxe a laçada do último ponto. Você seguirá esse mesmo procedimento nas próximas carreiras pares. As carreiras ímpares deverão seguir o mesmo número de pontos da carreira anterior (que levou aumento). Faça isso até atingir a 26ª carreira, neste momento você terá 28 pontos na agulha.
Você irá manter essa quantidade de pontos nas carreiras 27, 28, 29 e 30.
A partir da 31ª carreira você irá diminuir um total de 10 pontos, um ponto em cada ponta, para formar as cavas e ao mesmo tempo o decote.
  • Atenção: a cava está voltada para o fundo da agulha e o decote para a ponta da agulha.
Lembre-se que a diminuição somente ocorre nas carreiras ímpares e as pares deverão manter o mesmo número de carreira da anterior. A partir da 41ª carreira você irá parar de diminuir a cava (lado do fundo da agulha), mas continuará a diminuir o decote (ponta da agulha) até ficar com 12 pontos na agulha, para isso, você terá que diminuir um ponto também na 50ª carreira. Prenda esta parte a parte das costas, aproveite e feche a lateral.

Lado Direito:
Você irá usar a mesma técnica, só que agora irá invertar os lados: decote voltado para o fundo da agulha e cava voltada para a ponta da agulha. Prenda esta parte as costas, aproveite e feche a lateral.
  • Atenção: a cava está voltada para a ponta da agulha e o decote para o fundo da agulha .


Fechando as laterais: Eu uso a técnica do ponto baixo em crochet, para fechar minhas peças, é bem simples: com os dois lados direitos voltados para fora, faça um ponto baixo no primeiro ponto da primeira peça frontal, agora faça outro ponto baixo no primeiro ponto da peça das costas; faça um ponto baixo no segundo ponto da peça frontral e mais um ponto baixo no segundo ponto da peça das costas. Faça isso, numa espécie de em zigzag, até finalizar. No nosso caso são: 30 pontos de cada lado para fechar as laterais e 12 pontos para fechar o ombro. Bem, ficaram os buracos da manga, vamos lá?!
 
Manga - Modelo Bolero Perugia - Reta: Com o auxílio da agulha circular nº 05, puxe as 42 laçadas, a partir da 3ª carreira faça a diminuição de um ponto (5 vezes). A partir da 12ª carreira continue tricotando normalmente até finalizar a manga.

Mangas - Modelo Bufante: Com o auxílio da agulha circular nº 08 de 40 cm da Aslan, puxei uma laçada em cada ponto, sendo 20 do lado frontal + 20 do lado das costas + 02 pontos da emenda dos ombros (não esqueça que eu fecho a peça no ponto baixo de crochet, deixando assim mais dois pontos na lateral da cava), formando um total de 42 pontos na agulha. Se você sentir dificuldades para laçar a agulha circular, puxe a laçada com uma agulha de croche e passe a laçada para a agulha cuircular. Depois de todas as laçadas na agulha, trabalhe em ponto meia, faça um total de 20 carreiras. Note que não há diminuições na confecção da manga. Na 21ª carreira troque de agulha, você irá trabalhar agora o restante da manga com a agulha circular nº 05 de 40cm, tricote até o tamanho desejado.

Manga - Modelo Bufante Cotovelo: Siga o passo a passo da manga bufante acima, até a altura do cotovelo, troque de agulha e tricote até a finalização do trabalho.

Colocação dos babados:
Bem, eu preferi usar agulha de corche nº 03 para colocação do babado em todo o contorno do bolero, o que facilitou muito o trabalho. Com o lado avesso da peça voltado para mim, fui colocando a fita perugia utilizando o ponto correntinha largo, até finalizar. Apliquei a segunda camada em utilizando como base o ponto correntinha aparente. Depois das duas voltas aplicadas o trabalho ficou lindo! Se preferir, faço o mesmo nos punhos.



Note que nesta segunda opção preferi uma gola japoneza, ou seja, iniciei as laterais com 10 pontos para que a parte larga ficasse bem próximo o pesçoco.

 Dicas na aplicação da Linha Perugia:
  • Antes de usá-la, com o auxílio de um isqueiro queime as pontas para não desfiar; faço o mesmo ao finalizar o trabalho.
  • Para finalizar o ponto, corte a fita, puxe a ponta da fita para o interior da última laçada.
Já nesta terceira opção, mantive o padrão original do Bolero Perugia, mas dei um toque a mais: com o auxílio da agulha circular nº 08 de 80 cm, fiz uma golão, puxei uma laçada em cada ponto e trabalhei por 20 carreiras; finalizei com a aplicação da linha linha perugia.


Qualquer coisa, podem me enviar um email que estarei pronta para retirar suas dúvidas.
Beijos no coração.
Rose

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Meus Trabalhos